• Por Maria Rita Werneck

Rise Vibration - o melhor disco de Lenny Kravitz?


Raise Vibration é o mais novo album de Lenny Kravitz. O décimo primeiro disco da carreira do cantor e guitarrista novaiorquino é formado por 12 faixas, onde as baladas intimistas e canções mais puxadas para o rock hendrixiano se misturam. O funk e o soul também fazem presença nesse trabalho que traz uma música batizada de Johnny Cash.

Desde 1989, quando lançou seu primeiro disco "Let Love Rule", o som de Kravitz já se apresentou como um rock bastante ´groovado´, com fortes influencias do som produzido nas décadas de 60 e 70. A marcação inconfundível da bateria e metais sempre foi um forte registro. Essa característica se faz presente no recente álbum que soube muito bem assimilar as influências musicais do funk e do soul.

Muito conhecido pelas baladas que aqui no Brasil o consagrou, ainda mais, como um popstar nos anos 2000, nesse disco , Lenny se afirmar como um exímio instrumentista e compositor. As letras para ele sempre foram um instrumento para falar não só do amor, mas também sobre questões raciais e políticas, algo já visto em álbuns anteriores (Black or White). "It's Enough" é o primeiro single lançado e nele Kravitz faz uma crítica aos tempos que estamos vivendo, onde as pessoas não se importam como o Planeta e os poderosos só querem ganhar mais dinheiro e poder.

Rise Vibration chega depois de quatro anos do último álbum de estúdio (Strut) de Lenny e, prematuramente ou não, já é considerado por alguns críticos como um dos trabalhos mais fortes de sua carreira, seja pela sonoridade audaciosa ou pelas letras que abordam temas diversos que vão do amor à morte.

Por falar em morte, a faixa "Jhonny Cash" é uma homenagem declarada ao "Homem de Preto", falecido em 2003. Segundo o próprio o Lenny, quanto ele recebeu a ligação que informava sobre a morte de sua mãe, a atriz Roxie Roker, em 1995, foram as "belas palavras" de Johnny e da esposa dele que o confortaram naquele momento. Mais de vinte anos depois, essa história vem à tona em forma de melodia. Mas, Lenny tem dito por aí que a música, acima de tudo, é uma música de amor.

Para quem segue o trabalho de Lenny, uma boa notícia. Rise Vibration traz à bateria a genial Cindy Blackman. Outros grandes músicos se juntam nessa empreitada musical, como o companheiro de longa data Craig Ross (sopros e guitarra) e Gail Ann Dorsey (ela mesmo, o responsável pelo baixo de várias canções de David Bowie).

Provavelmente, Rise Vibration será apresentado no Brasil. O dono de 07 Grammys está em negociação com o Lollapalooza 2019 e, se tudo der certo, o público poderá ouvir, ao vivo, as novas canções de Lenny que precisarão dividir espaço com canções já conhecidas dos brasileiros como "American Woman" e "Mama Said".


17 visualizações0 comentário
© ROD - Todos os direitos reservados
Canva_yellow.png