• Por: Maria Rita Werneck

Dave Matthews Band continua sendo grandiosa


Se tem uma banda que tem fãs leais, essa é a Dave Matthews Band. Os primeiros começaram a se formar ainda nos primeiros shows do grupo lá na cidade de Charlottesville (Virgina), onde tudo começou. Muito dessa devoção pelo grupo, que este ano completa 28 anos de carreira, se viu no show que apresentaram ontem (27), no Festival Itaipava de Som a Sol (Ginásio do Ibirapuera).

Dave e sua banda foram ovacioanados quando subiram ao palco. O início da primeira música apenas em voz e violão, Warehouse, quase não foi ouvido devido aos gritos e aplausos calorosos. Mas, tudo bem. Eram 9 anos sem vê-los em terras brasileiras e todos queriam ouvir os maiores sucessos desse grupo que só nos EUA vendeu mais de 20 milhões de discos. 

A mistura do rock com elementos do jazz e funk sempre foi uma característica muito marcante da banda, hoje formado por Dave no violão e vocais, Carter Beauford (bateria), Stefan Lessard (baixo), Tim Reynolds (violão), Jeff Coffin (saxofone), Rashwan Ross (trompete) e Buddy Strong (teclado). A experiência e competências dos músicos são  impressionantes.Beauford, inclusive, tem um pequeno momento próprio que é hipnotizante.

Um homem de poucas e engraças palavras. A timidez de Dave parece ficar só na hora de se comunicar com a plateia porque quando ele se põe a cantar e tocar, vira um gigante desinibido. Foi engraçado ver simples “obrigado” em português ganhar vários sons e carinhas do sul-africano que se tornou um dos maiores fenômenos fonográficos do mundo com 9 discos de estúdio lançados e uma infinidade de álbuns ao vivo lançado.

A segunda noite do festival se transformou em um grande espetáculo sonoro e visual. O gigantesco telão, onde projeções de imagens abstratas se misturavam com takes do palco, se tornou mais um integrante da banda, fazendo toda a diferença na apresentação que teve um convidado especial na canção "What Would You Say?", o gaitista Gabriel Grossi. Certa vez, Dave disse em uma entrevista que se sentia intimidado pelos músicos brasileiros devido suas qualidades. Essa é a segunda vez que Grossi participa de um show dele. 

Na plateia, folhas de A4 com a foto de uma formiga preta chamava atenção para uma surpresa dos fãs durante a canção "Ants Marchine", uma das últimas da noite. Ponto alto do show foi a hora de “The Space Between”, sucesso de 2001, lançado no álbum Everyday.

Agora a banda segue para a capital fluminense, onde se apresenta amanhã (29), depois de 18 anos sem voltar ao festival. A primeira edição do Festival Itaipava de Som a Sol continua neste domingo, como show do Seal. Na semana que vem, segue com  Nickelback (03/10) e Black Eyed Peas (04/10).


7 visualizações0 comentário
© ROD - Todos os direitos reservados
Canva_yellow.png