• Maria Rita Werneck

Rita Lee em dose dupla

Atualizado: 22 de Jun de 2020

O Da Orelha ao Fim desse mês traz duas publicações da maior roqueira deste país. Para quem não sabe Rita Lee se revelou ao longo de 9 livros uma excelentes escritora, tendo um carinho muito grande pela literatura infantil.


Mas para a nossa dica mensal de livros, destacamos dois dos quais eu gosto muito - a autobiografia Rita Lee e os contos de Dropz. O primeiro lançado em 2016, nos permite conhecer, de cabo a rabo, o universo ritaleenico. A leitura é deliciosa, divertida e cheia de detalhes, que não nos poupa de nada. Já o segundo, chegou às prateleiros em 2017, faz uma Rita mais fantasiosa, com histórias que também nos levam para cenários e personagens tão encantadores que acabamos nos perdendo no tempo.






A autobiografia traz algumas fotos que ilustram as passagens engraçadas, dramáticas e surreais da cantora, como a dia que ela assistiu a um show da banda Yes, na Inglaterra, sentada no pé da bateria dos caras. Mas a vida de uma personalidade como Rita não é feita só de flores, jiboias de Alice Cooper e momentinhos pra lá de "mucho locos". Um fato ocorrido na sua infância acabou sendo um choque para muitos leitores.



Há quase dez anos, Rita Lee está afastada dos palcos por decisão própria. A vontade de se dedicar mais à literatura contribuiu muito para isso e resultou nesses dois livros e no seu mais recente lançamento, Amiga Ursa: Uma história triste, mas com final feliz. Depois de sofrer maus-tratos em circos, a ursinha russa Rowena veio para o Brasil ser cuidada no abrigo para animais Rancho dos Gnomos. Rita a conheceu lá (de verdade) e criou um grande amor pela fofura que hoje já é falecida (não é spoiler. Rowena morreu depois do livro).

1 visualização0 comentário
© ROD - Todos os direitos reservados
Canva_yellow.png